sábado, 17 de março de 2012

Se fossemos... a Quaresma seria...

Se fossemos automóveis, a Quaresma seria o tempo de mudar o óleo e afinar o motor;

Se fossemos jardins, a Quaresma seria o tempo de fertilizar a terra e arrancar as ervas;

Se fossemos tapetes, a Quaresma seria o tempo de dar-lhes uma aspiradela;

Se fossemos baterias, a Quaresma seria o tempo de recarregá-las.

Mas não somos nenhuma dessas quatro coisas.

Somos pessoas que, quiçá, muitas vezes fazemos coisas erradas e precisamos de nos arrependermo-nos delas. Daí a necessidade de nos confessarmos.

Somos pessoas que muitas vezes nos deixamos levar pelo nosso egoísmo e que precisamos de começar a pensar nos outros. Daí a necessidade da esmola.

Somos pessoas que muitas vezes, perdemos de vista o fim para o qual fomos criados por Deus. Precisamos, pois, de recuperar a visão. Daí a necessidade da oração.
Essa é a razão pela qual celebramos a Quaresma.


3 comentários:

Meri Pellens disse...

É vital para o espírito um tempo para se revigorar, se abastecer.
Beijinho e muita paz!

Rosane Viana disse...

obrigado pelo carinho,beijos

Márcia Verônica disse...

Bom dia! Bela reflexão. Visito pela 1ª vez seu blog. PARABÉNS! Sou de Novo Hamburgo-RS. Um abraço.

Postar um comentário